Feliz Outono - Reivente-se

O outono tinha chegado e com ele aprendi uma lição importante.

O outono é caracterizado pelas folhas secas que caem das árvores e assim como as árvores que se renovam, podemos e devemos aproveitar o momento para um processo de renovação e limpeza.

E como nos renovamos? Através do autoconhecimento.

Porque quando nos conhecemos temos consciência do que somos, do que podemos fazer e do que queremos mudar em nossa vida, deixando o nosso “atual eu” para trás e criando um novo “eu”, uma identidade aperfeiçoada através da consciência.

Feliz Outono - Reivente-se 2

A psicóloga Rosalia Schwark tem uma filosofia perfeita sobre este assunto que é “Seja menos você”.

Quando topamos pela primeira vez com esta ideia, nosso ego berra aos nossos ouvidos. “Como assim menos eu? Eu sou importante, eu sou mais eu …”, mas é só você parar por um momento e analisar que na verdade é o seu eu atual o responsável por todos os problemas que está enfrentando no momento.

Não existem vítimas no mundo. Tudo que vivemos é conseqüência de nossas escolhas na vida. Escolhas no campo vibracional da ação ou do pensamento, que na verdade são praticamente a mesma coisa já que toda ação é permeada por pensamentos.

Aí vem o outono e nos diz com a mesma suavidade do cair de uma folha que de tempos em tempos devemos nos reformular, lançar uma nova versão de nós mesmos, atualizada, revista e moderna.

Renove-se. Reinaugure-se.

Deixe ir. Deixe ir todas as atitudes que estão acopladas ao seu eu atual que impedem que você seja uma pessoa melhor.

Deixe ir. Todas aquelas crenças limitadores que você se repete o tempo todo, que não é capaz, que não dá, que é difícil, que você tem azar, que você já passou da idade, que é culpa da sua mãe, que o mundo virou as costas para você.

Deixe ir. Todo apego ao passado. Tudo aquilo que vive voltando a sua mente e que já aconteceu há 10, 20, 40 anos atrás e não tem mais a menor importância.

Feliz Outono - Reivente-se 3Deixe ir. As mágoas. Pessoas e coisas que aconteceram há tanto tempo e que ainda rondam sua mente como fantasmas de assuntos mal-resolvidos.

Como folhas secas, deixe isto tudo para trás e reinvente-se. Lance uma nova versão de você liberando o perdão, acreditando nas possibilidades, vivendo uma jornada de autoconhecimento e reencontrando sua criança interior que segura nas mãos o real motivo pelo qual está vivo.

Já consigo ver os brotos que surgirão: novos e frescos, regados com gotas de sucesso, prosperidade e real felicidade.

Feliz outono.

Paty Pegorin

Paty Pegorin

Paty cria conteúdo na Internet há 21 anos. Tem formação em coaching, terapias integrativas, visual thinking e tecnologia da informação. Criou esse site para compartilhar os bastidores do seu ateliê digital. Saiba mais clicando aqui.

Comentários 4
Scarlett Abrão Borelli
5 anos atrás

Olá Paty!

amei seus textos… muito estimulantes.Lindo seu gesto, esse da colaboração com os demais- Mostra a generosidade em seus sentimentos.
Tenho tido gratas oportunidades de aprender com a Logosofia (www.logosofia.org.br) a me mudar…nada fácil, mas não impossível.Mesmo me mostrando um método para realizar essa grande prerrogativa vou tendo relances de um novo arquétipo.Conhecer a si mesmo é estimulante, é um grande processo e único!

grata pela boa leitura!
bjs

5 anos atrás

Eu que agradeço por tão lindo comentário, gratidão!

Maira
3 anos atrás

Ameiii parabéns e cada dia mais sucesso pra nós ????????

3 anos atrás

Deixe um comentário

Receba as novidades

Icon Paty Pegorin