Mindset Potencializado, Motivação, Positividade

O que um elefante e um pau podem ter em comum com você?

Hoje vim contar uma história. A história de um elefante e um pedaço de pau. Quando pequeno este elefante foi preso com uma corrente ao pedaço de pau. Ele tentou de todas as formas sair, mas não conseguiu. O pedaço de pau era mais forte que ele…

Elefante

Ele cresceu e se acostumou a viver preso. E mesmo gigante, sempre que seu domador o amarrava a um pedaço de pau – até mesmo num graveto, se comparado ao tamanho do elefante – ele nem ousava tentar sair. Estava preso ao passado.

Esta história eu li em um livro e resolvi hoje te contar por muitos motivos. E você entenderá em breve.

Falar sobre dinheiro não é fácil. Falar sobre ganhar dinheiro na internet menos ainda. Foram muitos os salafrários que utilizaram a Internet e a ingenuidade das pessoas no começo da rede mundial para aplicar golpes. As pessoas ficaram mais espertas com os golpes, mas com a esperteza veio também a desconfiança.

As pessoas olham com desconfiança para as oportunidades de desenvolvimento de negócio online.

Sim, se alguém te oferecer uma oportunidade milagrosa de trabalho na Internet sem fazer absolutamente nada, desconfie, pois tais coisas não existem.

Mas existem oportunidades de trabalho e trabalho real. E trabalho envolvendo conhecimento, o que é ainda melhor. Trabalhar ajudando a Internet e seus usuários com informações específicas e relevantes sobre um determinado assunto e ser recompensado com comissões caso alguém se interesse por conhecimento extra organizado que está passando através de um curso, por exemplo.

Tem gente ganhando dinheiro assim – e muito dinheiro. E muito mais do que isso, tem gente fazendo a diferença trabalhando com o que realmente ama. Não, não estou dizendo que é pra você acabar com sua desconfiança. Mas sim que olhe para as oportunidades certas e pesquise sobre elas, veja aquelas que existem provas cabais de ganhos.

Não seja um elefante que outrora foi amarrado em um pau e simplesmente não consegue ampliar seus horizontes… Ah se o elefante do começo da história conhecesse seu tamanho atual e sua força…

Ah se você soubesse o quanto pode muito mais na vida! E como o dinheiro pode te ajudar na manifestação de mais liberdade cotidiana…

Este texto é apenas para isto. Sem qualquer letrinhas miúdas ou chamadas para a ação em links.

Aliás, quero sim te chamar para a ação: Aja em prol da sua vida e dos seus sonhos! Permita-se ser feliz e tentar. Você merece…

“Lembrou-se que, certa vez, um domador lhe contou como conseguiam manter os elefantes presos. Os animais, ainda pequenos, ficavam amarrados por correntes a um toco de pau. Tentavam sair, e não conseguiam, tentavam a infância inteira, mas o pedaço de pau era mais forte que eles.

Então se acostumaram ao cativeiro. E, quando grandes e fortes, bastava o domador colocar a corrente em uma das patas, e amarrar em qualquer lugar – até mesmo num graveto – que não ousavam tentar sair. Estavam presos ao passado.”

As Valkírias

Durante nosso crescimento somos catequizados pelos profetas da vida difícil. Muitas são as crenças que aprendemos através destes profetas:

“Quanto maior o desafio, mais vale a pena”
(como se o fácil não valesse a pena ou como se todo caminho fácil fosse desonesto)
“Para ser um vencedor é preciso lutar”
(encara a vida como uma batalha, vive em posição de ataque ou se defendendo)
“Tá pensando que dinheiro nasce em árvore?”
(como se não houvesse formas alternativas de ganhar dinheiro)
“Você tem que escolher outra profissão, esta não dá dinheiro”
(como se não pudéssemos ganhar dinheiro fazendo o que gostamos)

Os exemplos são muitos, mesmo sem perceber carregamos estas “verdades” em nosso interior, como se fossem reais.

Apresento-lhes as crenças limitantes, as principais responsáveis por uma vibração confusa, que só atrai mais acontecimentos confusos para reverberar esta vibração.

Atraímos o que pensamos, principalmente atraímos o que sentimos, pois o que sentimos emite uma vibração.

Digamos que sua vida financeira está caótica e você deseja mais dinheiro. Você sabe que é possível, você vê pessoas ganhando dinheiro extra, mas bem lá no fundinho da sua alma, você não sente isto. Se você parar pra refletir vai ver que em algum ponto do assunto tem um MAS gritando mais alto que o desejo.

Quero mais dinheiro, mas…
Quero um namorado, mas…
Quero trabalhar com isto, mas…

Os primeiros pensamentos que aparecem quando você tenta preencher os pontinhos após o MAS, são as crenças limitadoras.

OBS: Se não conseguir através do pensamento, pode também ser através da escrita. Muita coisa é revelada sobre nós mesmos quando decidimos transformar nosso interior em palavras.

Como excluímos uma crença limitante de nosso interior?

>> Substituindo por crenças libertadoras. <<

Quanto maior o desafio, mais vale a pena -> Tudo na minha vida vale a pena
Para ser um vencedor é preciso lutar -> Minha vida flui facilmente como um rio caudaloso
Tá pensando que dinheiro nasce em árvore? -> Dinheiro é apenas o símbolo da troca. O que posso oferecer ao mundo?
Você tem que escolher outra profissão, esta não dá dinheiro -> Tudo que é feito com amor é feito melhor, tudo que é feito melhor é melhor reconhecido.

  • Circunde-se de pessoas positivas, pessoas que sempre possuem palavras positivas para você.
  • Circunde-se de histórias de sucesso, pessoas que através de uma simples idéia mudaram o mundo.
  • Circunde-se de novos aprendizados, aprimore-se. Esteja aberto para o novo, para que o novo chegue até você!
  • Enfim, circunde-se de mais DE VOCÊ. Daquilo que gosta, daquilo que ama fazer.

>> Aqui tem mais uma técnica para eliminar crenças limitantes <<

Seja o elefante que percebe que é só uma corrente e um graveto que o prende. Erga-se, quebre suas limitações. Supere-se!

E verá que o espetáculo fica bem mais divertido assim: livre!

CompartilheShare on Facebook0Share on Google+0Pin on Pinterest0Tweet about this on Twitter

Escolhi estes outros conteúdos pra você!

Comente com seu Facebook:

Nenhum Comentário

Comente algo

Rodapé - Paty Pegorin

Google+
Paty Cursos Biblioteca Faça Acontecer Contato Gratidão